GP1130 – AUTOPISTA LITORAL SUL – BR116/PR

O trecho do talude do projeto, com problemas de instabilização e de erosões superficiais, localiza-se na pista Sul da BR-116/PR, na altura do km075+140m. O trecho levantado topograficamente se estendeu por cerca de 380m (entre o km74+930 e o km75+310).

  • Análise de Estabilidade

Para determinação dos parâmetros de resistência das camadas do solo, foi realizado um processo de retroanálise utilizando-se Modelo Geotécnico preparado com base em observações de campo, levantamento topográfico e informações obtidas pelas sondagens geotécnicas executadas no local. As análises de estabilidade foram elaboradas com auxílio do programa computacional SLOPE/W, da GEO-SLOPE International Ltd., a partir do método desenvolvido por Morgenstern e Price (1965).

  • Projeto Geotécnico Executivo

Com base nos resultados fornecidos pela retro análise se procurou soluções para estabilizar o talude em estudo. Todas as soluções imaginadas preservam o muro de gabiões, mesmo se apresentando deformado ao longo do seu alinhamento longitudinal. As soluções aventadas levaram em conta a presença de camadas de baixa resistência ao cisalhamento, dispostas no interior do maciço, como a argila, orgânica, e o “sabão de caboclo” da Formação Guabirotuba, ambos com consistência muito mole. As soluções propostas para estabilização da encosta (procura de fator de segurança superior a 1,4).